sábado, 21 de novembro de 2009




Será Você?

Será você,
A luz na escuridão?
Será você,
Na curva da contra mão?
Será você,
O desejo de sonhar?
Será você,
A lua sobre o mar?



Eriberto Henrique


Vozes Do Além

Sem nada a fazer sento-me na cadeira,
No fundo da sala as brasas da lareira,
E sombras estranhas se confundem na parede.
No rádio uma canção tão bela,
Na mesa de jantar apagam-se as velas,
E surge na garganta a infâmia da sede.

A ânsia de amar me leva a chorar,
Lágrimas salgadas como as águas do mar,
E deito-me na cama com o corpo cansado!
As horas não passam e o sono não vem,
Na mente as vozes que vem do além,
Trazendo as lembranças do amor naufragado.



Eriberto Henrique

Um comentário: